quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Fernandez, Santos ou Martins?


Na conferência de imprensa de ante-visão do jogo de hoje com a Lazio, o nosso treinador afirmou que o escolhido para substituir Elias sairia do seguinte lote: Matías Fernandez, André Santos, André Martins.

Esta será certamente a maior dor de cabeça para Domingos, pois nenhum dos jogadores pode oferecer à equipa o mesmo que Elias e os 3 são jogadores de características diferentes.

Numa primeira análise, jogando contra uma equipa italiana o mais aconselhável seria uma zona média com mais músculo para um combate que se adivinha duro a meio campo e assim a escolha recairia sobre André Santos. Acontece que esta Lazio joga habitualmente num 4-4-2, portanto com dois médios centro pelo que, Rinaudo e Schaars chegarão certamente para esses 2 e não se justifica um meio campo tão defensivo principalmente jogando nós em casa.

Se não é para defender, então é para atacar e assim Matías Fernandez encaixa como uma luva nesse meio campo, pois para além de nos dar superioridade numérica nesse sector será ainda uma peça importante para tentar furar a típica "muralha" das equipas italianas. Há no entanto um senão, Matías está ainda longe da melhor forma física, viu-se em Aveiro, e tornou-se a ver quando entrou frente ao Setúbal, mesmo com o jogo resolvido não foi capaz de se soltar, e mostrar-nos o Matías que vimos jogar no final da época passado em Alvalade e na selecção. Estará preparado para um jogo com a exigência do desta noite?

Sobra André Martins, um jogador que confesso ainda pouco vi jogar mas que me parece ser um médio que situaria algures entre André Santos e Matías Fernandez. Isto é, mais criativo que o primeiro embora com menos poder de choque, no entanto mais forte defensivamente que o segundo mas menos desequilibrador. À partida estará em boas condições físicas, pelo que poderia ser uma aposta para o jogo de hoje, não fosse o facto do adversário ser a Lázio de Roma, e este miúdo ainda não se ter estreado em jogos oficiais pelo Sporting esta época, o que seria como atirá-lo aos lobos. Tive pena que no jogo em Zurique a aposta tivesse recaído sobre Pereirinha, pois teria sido um bom jogo para ver o que o André Martins pode render a este nível competitivo, resta-nos aguardar.

Seja qual for a escolha para 11 inicial, só espero ver de novo o bom futebol da última jornada desta feita contra um adversário da nossa valia, confirmando que estamos a evoluir num bom caminho e não somos apenas uma equipa de fogachos.

CR

2 comentários:

Leo disse...

Eu optaria por escolher Matias Fernandez.

Tite disse...

Já percebemos que, havendo qualidade, todas as alternativas são boas até pelo poder da concorrência.

Assim a união faz a força e todos querem pertencer a uma equipa ganhadora.

Congratulemo-nos por isso.

Rugidos de alegria