DE VOLTA AOS GRANDES PALCOS!

Regresso á Liga dos Campeões

DE VOLTA AOS GRANDES PALCOS! DE VOLTA AOS GRANDES PALCOS!

O SPORTING NA ALMA ESTÁ NO FACEBOOK!

Ponha GOSTO na nossa página...

O SPORTING NA ALMA ESTÁ NO FACEBOOK! O SPORTING NA ALMA ESTÁ NO FACEBOOK!

VEJA OS JOGOS DO NOSSO SPORTING

Transmissões online aqui!

VEJA OS JOGOS DO NOSSO SPORTING VEJA OS JOGOS DO NOSSO SPORTING

segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Derby renhido acaba em empate (1-1)


Jogou-se ontem (dia 31 de Agosto) o clássico dos clássicos. Os dois maiores de Lisboa defrontaram-se na Luz, num jogo de emoções fortes que acabou por não pender para nenhum dos lados. Gaitán para os encarnados e Slimani para os leões marcaram os únicos golos da partida.

O Sporting partia para o derby com o peso e, de certa forma, a pressão de não marcar na luz há algumas épocas. Já o Benfica, procurava manter-se invicto em casa. Na época transata, também à 3ª jornada, o resultado tinha sido, curiosamente, o de um empate a uma bola.


No passado mais recente, já esta época, os verde-e-brancos vinham de uma vitória em casa frente ao Arouca por 1-0, o mesmo resultado do jogo entre Boavista e Benfica, no Bessa, à mesma jornada.

Para o encontro, Marco Silva apostou em Slimani a titular no lugar de Montero, e em William Carvalho (vindo da suspensão) no lugar de Rosell, sem fazer mais nenhuma alteração no 11 inicial. Mas a equipa que entrou melhor no jogo foi mesmo a da casa, com mais bola, melhor futebol, ganhando terreno e criando espaços. O Sporting ia, aos poucos, equilibrando o jogo, recuperando mais bolas. Mas, mesmo assim, não conseguiu evitar a inauguração do marcador para as águias ao minuto 12. Bom entendimento entre Gaitán e Maxi Pereira, terminando num remate dentro de área do argentino para defesa incompleta de Patrício, deixando a bola entrar. 1-0 para o Benfica. A resposta do leão não demorou muito. Apenas 8 minutos depois, Slimani aproveitou um erro gigantesco de Artur, que chutou contra Carrillo, "assistindo" o argelino para o empate. No que restou da primeira parte, só se viu Sporting. Já na 2ª parte, mais equilíbrio. Sporting dominador na posse de bola, Benfica dominador na criação de oportunidades. Valeu-nos a sólida exibição de Rui Patrício com várias defesas decisivas ou o resultado seria outro. Já o guarda-redes do outro lado, esteve igualmente bem na chance leonina mais flagrante do 2º tempo, quando Slimani (após um grande cruzamento de Nani) rematou forte dentro da área. E assim ficou o primeiro grande jogo da época 2014/15: um empate (1-1) justo num jogo renhido.

Destaques:

Rui Patrício - Não fosse ele, e o resultado podia ter sido pior. Grande jogo do guardião português, demonstrando que o Mundial já lá vai, e que o "velho" Patrício continua bem no Sporting. 


Naby Sarr - Mais uma vez, demonstrou estabilidade defensiva não falhando nos cortes e nas recuperações de bola. Foi o melhor defesa do Sporting, não cometendo erros, à semelhança do que tinha acontecido no jogo anterior.

Nani - Para muitos, foi uma desilusão, mas não se pode esperar que faça tudo sozinho. Fez muito bem o que lhe foi pedido: manter a posse de bola. Além disso, tentou (e bem) criar oportunidades.

Maurício - Péssimo jogo do central brasileiro. Em contraste com Sarr, Maurício mostrou falta de rapidez, falta de eficácia nas marcações, etc... Foi uma desilusão e espera-se que mude de atitude para os próximos jogos.

Destaque ainda para os maravilhosos adeptos leoninos que foram ao "galinheiro" mostrar porque somos os melhores adeptos do mundo. Ficou provado, nesse jogo que 3.000 Sportinguistas > 58.000 benfiquistas!

quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Sorteio da Champions

Hoje é um grande dia para o mundo sportinguista. É o dia que marca o regresso do nosso Sporting à fase de grupos da Champions League, algo que já não acontecia desde a época de 2008/09. É hoje, em Nyon, que vamos conhecer os nossos 3 adversários na competição mais importante da Europa.
Não teremos tarefa fácil, isso é sabido (até porque estamos no pote 3), pelo que vamos encontrar pelo menos um "gigante" europeu. As 32 equipas estão divididas por 4 potes da seguinte forma:

Grupo mais difícil: Real Madrid; Manchester City; Sporting CP; Roma

Grupo mais fácil: Arsenal; FC Basel; Sporting CP; Maribor

Estas suposições são feitas tendo em conta a qualidade dos planteis e a forma recente das equipas, e, mesmo sabendo que o Real Madrid é das melhores equipas do mundo (se não a melhor), gostaria que nos calhasse pelo simples facto de ver o melhor do mundo a voltar à casa que o criou.

Também temos que ser realistas e ver que muito dificilmente nos calhará um grupo que nos seja acessível para alcançarmos um 2º lugar, e que mais problemas teríamos se passássemos da fase de grupos. Por isso, creio que mais valia garantirmos um 3º lugar e respectiva passagem à Liga Europa, na qual talvez conseguíssemos uma boa campanha.

terça-feira, 19 de Agosto de 2014

Escorregadela em Coimbra




Entrada na nova época 2014/15 com o pé esquerdo para o Sporting. Com muitas adversidades à mistura, os leões não foram além de um empate a uma bola frente à Académica, em Coimbra.
No onze titular, as surpresas foram Naby Sarr no lugar de Rojo (havia a dúvida entre o francês e Paulo Oliveira) e Heldon, no lugar que costuma ser de Capel. Tivemos uma boa entrada (de leão) no jogo e chegámos mesmo ao golo aos 15 minutos, por Carrillo, um belo golo que veio de um cruzamento exímio de Jefferson. Estava feito o 1-0. O Sporting manteve-se dono da partida até ao apito do final da 1ª parte. E foi precisamente apartir daí que as adversidades começaram a surgir. Cédric lesionou-se e Marco Silva teve que fazer uma substituição forçada ao intervalo. Deverá ter-se arrependido em não ter sentado Esgaio no banco de suplentes, pelo que teve de "inventar" Rosell à direita. Nova infelicidade para os leões: William via o segundo cartão amarelo e respetivo vermelho à passagem do minuto 65, e passámos a jogar em inferioridade numérica. Mesmo assim, continuámos a dominar o jogo até ao fim. Pecámos por não termos conseguido marcar (tivemos oportunidades para isso) e o provérbio acabou por se aplicar: "Quem não marca sofre". Ao cair do pano, Rafael Lopes aproveita uma falha defensiva para rematar para o fundo das redes, despejando um balde de água fria em todos os sportinguistas. Escapava-se assim a primeira vitória leonina. 
Sem Cedric Soares (lesionado) e sem William Carvalho (suspenso), Esgaio e Rosell devem ser os substitutos para o jogo contra o Arouca em Alvalade, no dia 23 de Agosto. Cabe-nos a nós, adeptos, continuar a levar a tal "Onda Verde" aos jogos e não parar de apoiar a equipa.

domingo, 10 de Agosto de 2014

OFICIAL: Jonathan Silva para aquecer Jefferson


Finalmente está oficializada a contratação de Jonathan Silva, lateral-esquerdo argentino de 20 anos e 1.78m. O jovem internacional pelas camadas jovens da Argentina assinou por 5 temporadas, com a habitual cláusula de rescisão no montante de 45M €. Sem confirmação oficial dos valores envolvidos na transferência, algo que só deverá acontecer na primeira semana de Setembro, através do Jornal Sporting, a imprensa generalizada aponta para um valor na ordem dos 2.8M € por 80% dos direitos económicos do jogador. 
Foi uma boa aposta este jovem argentino. Jefferson, além de precisar de concorrência, estava acomodado com o seu estatuto de titular indiscutivel. E Silva com o potencial que apresenta vai apertar com o brasileiro. Finalizada esta aquisição - se não sair nenhum elemento importante - fica a faltar, pelo menos, um extremo acima da média para se fechar o plantel.

sábado, 9 de Agosto de 2014

Torneio Teresa Herrera - Último teste "a feijões"

A equipa de futebol do Sporting prepara-se para jogar aquele que vai ser o último torneio da pré-época. O torneio Teresa Herrera começa hoje (dia 9) com os dois Sporting's da península ibérica a defrontarem-se: Sporting CP vs Sporting Gijon. As duas outras equipas que disputam o troféu são o Deportivo de la Coruña (onde joga o "sportinguista" Salomão) e o Nacional de Montevideo.
A lista de convocados, divulgada ontem, tem como principais surpresas, as ausências do escocês Ryan Gauld (despromovido à equipa B) e do egípcio Shikabala (continua no Egipto).



Este pode ser o torneio no qual Marco Silva poderá testar um Sporting idêntico àquele que vai começar o campeonato, ainda com tempo de fazer eventuais alterações técnicas. Mesmo assim, gostaria de ver algumas "experiências", como Marcos Rojo a jogar na lateral-esquerda, Esgaio a titular, João Mário a 8, etc.
Para mim, o onze que podia começar este torneio era o seguinte (destaque para 8 portugueses titulares, algo inédito nos 3 grandes atualmente):