quarta-feira, 2 de abril de 2014

Sporting europeu de volta!


12 meses…a distância que separa o pior Sporting da década do melhor registo dos nos últimos dez anos. De Fernando Santos a Leonardo Jardim, passando por Paulo Bento, nunca antes o Sporting tinha somado tantos pontos ao virar da 24ª jornada e, está na reta final para alcançar o seu melhor desempenho pontual desde que o principal escalão do futebol português alberga 16 emblemas.
Um Sporting seguro e goleador liderado por Leonardo Jardim que, no comando técnico da equipa de Alvalade, confirma o potencial demonstrado em Aveiro e em Braga antes da sua breve incursão por terras helénicas. O madeirense prometeu trabalho no que seria um ano tendencialmente complicado mas, a verdade dos números mostra apenas duas derrotas no cardápio dos leões que apenas se vergaram nos campos dos seus rivais, FC Porto e SL Benfica. 
Com um orçamento significativamente mais reduzido, quando comparado com os seus mais directos rivais, o emblema de Alvalade fez da sua formação a sua maior bandeira e força numa temporada cujo objectivo assentava inicialmente na reconquista de um lugar europeu. Da ‘cantera’ leonina surgiram nomes como William Carvalho e Carlos Mané, num ano em que se assistiu à afirmação de nomes como os de Cédric Soares, Adrien Silva e André Martins de leão ao peito.
Para já, a vitória na Madeira no reduto do Marítimo, faz com que o Sporting seja a única formação, no desígnio dos ‘grandes’, a roubar pontos ao clube do Almirante Reis no seu reduto, tendo sido o único a bater os maritimistas em solo madeirense. Os golos de Adrien Silva, William Carvalho e Jefferson aliados ao empate do Nacional de Madeira em Olhão, permitem desde já ao Sporting garantir presença nas competições da UEFA para 2014/2015. Um verdadeiro passo dado no sentido mais correto em comparação com o descalabro vivido nas hostes leoninas há cerca de 12 meses atrás. Depois a vitória contra o Guimarães só trouxe mais tranquilidade já que o rival direto perdeu.
Os próximos capítulos devem mesmo confirmar o Sporting como um dos representantes da ocidental praia lusitana na Liga dos Campeões. O ano foi de sonho, o clube parece reabilitado e livre dos cuidados intensivos que padeceu num passado muito recente. Bruno de Carvalho não esconde uma candidatura ao título no próximo ano e garante que Leonardo Jardim continua a ser o treinador do seu projecto. O futuro é incerto mas a certeza que fica é que este Sporting já não é mais um clube subjugado. O Sporting voltou a ser grande e quem ganha com isso é o futebol português!

Sem comentários: