sexta-feira, 12 de julho de 2013

Comunicado da Direcção


A Sporting SAD recebeu hoje uma notificação judicial avulsa em que o jogador Bruma alega que “se encontra livre de qualquer compromisso para com a requerida a partir de 30 de Junho de 2013”. Estamos a falar de uma notificação, encontrando-nos hoje a dia 11 de Julho de 2013, relativa ao passado dia 30 de Junho, o que revela bem a conduta de quem aconselha o jogador.
Reafirmamos que o contrato de trabalho em vigor com o jogador se encontra devidamente registado nas instâncias competentes e estabelece que o mesmo cessará a 30 de Junho de 2014. Acrescente-se ainda que o montante indemnizatório definido para a cessação antecipada do contrato ascende ao montante de 30 milhões de euros.
Este processo, pese os esforços desenvolvidos pelo Sporting e pelo desejo expresso do jogador para renovar a ligação ao Clube, tem sido afectado pelas intervenções sucessivas de diferentes representantes do mesmo. Com diversos intervenientes e diferentes versões por parte do jogador e seus representantes, o Sporting solicitou uma reunião com todas as partes interessadas para um esclarecimento cabal da posição de cada um.
Saliente-se que ainda hoje, o Presidente da Sporting SAD aguardou pela presença do jogador e seus representantes que uma vez mais não compareceram à reunião agendada.
Para entendimento de toda esta situação refira-se que por diversas vezes neste processo foi alcançado um entendimento com os representantes do atleta, ficando o acordo final dependente de conversa com o jogador. Sempre que se estabelecia um acordo e era marcada reunião para formalizar o mesmo, apareciam sempre novas exigências por parte dos seus representantes.
Para que se perceba de que tipo de exigências se tratam, uma delas foi a proposta de renovação que o Sporting apresentou, em que contemplava que o jogador ficasse com 10% dos seus direitos económicos numa transacção futura. No entanto, o seu representante, Cátio Baldé, rejeitou liminarmente esta proposta porque exigia que essa percentagem, em vez de ser dada ao jogador, fosse para si.
O Sporting reforça que desde o início deste processo actuou sempre com total lisura e boa-fé na defesa dos superiores interesses do Clube e no respeito e salvaguarda dos interesses do jogador.
Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD
Lisboa, 11 de Julho de 2013
O Sporting emitiu na noite de ontem o comunicado acima, onde mais uma vez podemos perceber a má-fé dos agentes do Bruma em todo este processo. Parece-me factual a forma como o jogador tem sido mal aconselhado e se tem deixado influenciar por Catio Baldé, em quem confia cegamente, e que tem feito exigências atrás de exigências ao Sporting. Não sei se Bruma estaria a par destes 10% dos direitos económicos numa futura transacção que o Catió reclama para si próprio, mas se tem e não se importa de abdicar deles bastava que o dissesse ao Sporting que me parece estar a tentar defender o interesse do jogador e não do empresário. Mas não diz, porque os mesmos o têm impedido de se reunir com o Presidente.
Depois deste comunicado quanto mais o Bruma deixar arrastar este processo, mais se lhe fecharão as portas de Alvalade, e mais próximo ficará de permanecer 1 ano sem competir.
Cotinuo a defender que a direcção deve permanecer calma e serena em todo este processo, e se Bruma não quer evoluir de leão ao peito, outros há (p.e. Esgaio) que anseiam por essa oportunidade. Parece que esta "troika guineense" se está a esquecer que toda esta novela só tem razão de ser porque Bruma é mais um produto da escola que formou Cristiano Ronaldo (só para citar o último grande exemplo), e se especula que possa estar ali um talento semelhante. Tivesse ele saído das camadas jovens do outro lado da 2ª circular ou até mais a norte (vide o caso Atsu) e não teria 1/10 da cobertura mediática que está a ter esta novela.
Bruma fez pouco mais de meia dúzia de jogos pela equipa principal, ainda não provou nada a não ser que o talento está lá, que num momento de magia tanto pode estar a desiquilibrar junto a área adversária, como no seguinte cometer um erro que custa à equipa um golo sofrido. Está ainda muito verde para dar frutos, e tem muito para melhorar ao nível da tomada de decisão, que é o que vai ser dele um jogador mediano ou um craque. Terá capacidade mental para lá chegar? Veremos, pois quantos e quantos já se perderam pelo caminho depois de terem mostrado bem mais com a mesma idade? Para já, está a começar o pé-esquerdo...
CR

2 comentários:

Anónimo disse...

http://1.bp.blogspot.com/-HjyVp-2k1eI/Ud6ztZcJ6nI/AAAAAAAAJqo/wIsOx6Qmh_k/s400/1000694_10200926520303437_329154834_n.jpg

Leo disse...

Na parte em que diz:

". . . a proposta de renovação que o Sporting apresentou, em que contemplava que o jogador ficasse com 10% dos seus direitos económicos numa transacção futura. No entanto, o seu representante, Cátio Baldé, rejeitou liminarmente esta proposta porque exigia que essa percentagem, em vez de ser dada ao jogador, fosse para si. "

Acho que não é preciso dizer mais, já se vê que tipo de gente rodeia o Bruma.