terça-feira, 19 de novembro de 2013

William, o carvalho


O carvalho é, para muitas tradições, uma árvore de caráter sagrado. Simboliza a solidez e a força. William não foge à regra. No inicio da presente época, pela mão de Leonardo Jardim, surge na posição "6" do nosso meio campo, um jogador com "J" agigantado. Enche as medidas, como se diz na gíria, a qualquer um. Esta "árvore" portuguesa tem características fortíssimas, das quais destaco, a capacidade de leitura de jogo e o posicionamento perfeito. Por vezes, acho que William é omnipresente, faz lembrar aqueles carvalhos antigos, extremamente ramificados, que preenchem e revestem espaços enormes. Transpira classe e trata a bola com um romantismo inusitado. É um jogador profundamente consciente, forte fisicamente, com uma qualidade de passe excecional e com uma frieza incomum, isto tudo, torna William Carvalho um jogador em vias de extinção. Já ninguém é indiferente à sua mestria.
Paulo Bento, (por incrível que pareça) não é exceção, não esteve com meias medidas e convocou-o para a batalha fria, rumo ao calor do Brasil. Para os mais desatentos foi uma surpresa, então, para esses, as surpresas podem não ficar por aqui. William é hoje uma das figuras deste Sporting, e com muita pena nossa, provavelmente pouco tempo o iremos ver atuar em solo nacional.


2 comentários:

Diogre disse...

adoro este jogador. Espero que fique até ao fim da próxima época, a sair que seja sempre acima dos 30M€.

é neste momento o meu jogador preferido do SCP.

SL

Leo disse...

;)