domingo, 6 de novembro de 2011

Matías salva frágil leão

Sporting-U. Leiria (José Sena Goulão/Lusa)

O Sporting derrotou em casa a União de Leiria por 3-1 em jogo da Jornada 10 do campeonato. Colocamo-nos assim a apenas um ponto de distância de FC Porto e Benfica que empataram os seus jogos frente a Olhanense (0-0) e Sporting de Braga (1-1). E, por conseguinte, fica animada a luta pelo título depois do nosso triunfo sobre os leirienses onde conseguimos um resultado melhor do que a exibição numa altura em que a equipa se apresentou debilitada fruto da ausência de vários jogadores por lesão.
Domingos Paciência teve que recorrer ao júnior Tiago Ilori para completar o onze e acabou também por apostar na estreia de Santiago Arias, já nos instantes finais da partida.
O primeiro golo do jogo surgiu logo aos 7 minutos com Matías Fernandez a assinar um grande tento, ao dominar a bola de peito na área, tirar um adversário do caminho e ao fazer um remate com duplo túnel. Mas ainda na primeira parte a União de Leiria conseguiu empatar por intermédio de Djaniny, aos 21 minutos, num lance em que Ilori fica com culpas. Apesar do deslize, o jovem mereceu os aplausos dos sportinguistas e teve uma prestação razoável.
Contudo, o homem da noite voltou e Matías Fernandez fez o 2-1 no jogo aos 50 minutos e Van Wolfswinkel fechou o marcador já em período de descontos, marcando uma grande penalidade por mão de um jogador leiriense. Foi o sétimo golo do holandês no campeonato.
Este resultado coloca-nos definitivamente na corrida pelo título e vai levar o Sporting à Luz, no dia 26 de novembro, com uma distância mínima para os rivais. Há muito que tal cenário não se verificava. Temos campeonato!

PS: No final do encontro, quando Diego Capel se dirigiu á bancada para a habitual entrega de camisolas aos adeptos, dois adeptos leoninos na confusão caíram no fosso de 10 metros. Após o acidente, os adeptos em causa foram prontamente assistidos e levados numa ambulância.


+ Positivo
Matías Fernandéz - Claramente o homem do encontro, pela preponderancia que teve no resultado final. Voltou a jogar onde mais gosta, no meio, como organizador de jogo, com total liberdade para procurar a bola e assim acho que deve continuar. O seu primeiro golo foi fantástico!
Schaars/Elias - Noite muito esforçada e trabalhosa para os dois, pois foram os maiores responsáveis pela preservação do 2-1. Os dois dobraram posições que não eram as suas  e corrigiram muitos erros provenientes principalmente da ala de Evaldo.
Santiago Arias - Estreou-se finalmente, e deixou apetite para mais. Entrou bem na partida, vimos alguns bom lances, e foi ele que desenhou a jogada que deu origem ao penalty.


- Negativo
Defesa - A defesa aos remendos que Domingos desenhou hoje parecia mãos em concha a segurar água. Buracos por todo lado, a lateral esquerda foi um martirío, no centro havia muito nervosismo e o que valeu foi Shaars e Elias descerem das suas posições. PS: Condeno a atitude estupida e idiota de João Pereira quando pisou o calcanhar do jogador leiriense de forma quase despercebida. Com atitudes dessas, a braçadeira de capitão merece outro dono.
Pereirinha - Continua a ser o jogador passivo e envergonhado que é habitualmente. Não merece estar no nosso plantel.
Wolfswinkel - Esta noite esteve um pouco á deriva na frente de ataque. Não teve ocasiões de golo, nem fez os seus habituais apoios. Contudo, na penalidade, não facilitou.

2 comentários:

Álamo disse...

Acho que não foram consideradas na exibição, as 72 horas que separaram o jogo de hoje da Roménia. E isso conta tanto que os que estão à nossa frente, com mais 24 que nós, ecorregaram...
SL

Leo disse...

Pois. Tem sido evidente que o Sporting é o que tem sido mais penalizado no calendário justinho, e isso reflete-se nas lesões.