quinta-feira, 3 de novembro de 2011

A casualidade do caso clínico


Como é sabido nos últimos anos, no Sporting, época que é época tem caso. Desde as peripécias de Paulo Bento, aos murros de Liedson e Sá Pinto, a venda de João Moutinho, lesão de Izmailov, a contratação de Sinama Pongolle, a exclusão de Caneira, os bufos da era Costinha, umas eleições anormais, e por aí adiante...  
Ora, estes casos que deixaram feridas profundas no corpo do leão, mas este ano, a coisa amainou. Porém ainda há alfinetadas que sempre incomodam. E curiosamente todas elas até agora ligadas a lesões. Como diria o outro, "não olhem para mim com cara de caso", mas ainda existem mazelas da história Izmailov. O  homem infelizmente está lesionado na porra do joelho, mas como ele há mais. 
Primeiro, é Luis Aguiar. De facto não percebi o porquê da sua contratação... Se uma real necessidade, se um fetiche de Domingos Paciência. Ele é um futebolista ligado ao Sporting, e com a "desculpa" (que ainda não percebi bem) da lesão, anda pelo Uruguai sabe se lá a fazer o quê.
Segundo é Alberto Rodriguez. Este já vinha com um lugar aquecido ao lado de Oguchi Onyewu, mas cedo o arrefeceu. Entre lesões e jogos(pela selecção), lá vai o peruano ganhando ao fim do mês. Esta é uma situação que ainda não foi bem explicada, apesar de Domingos já ter avisado quem é a verdadeira entidade patronal.
Será realmente lesão? Será falhas de entendimento jogador-clube? 
Futebolisticamente falando, Rodriguez tem vindo a perder terreno para Anderson Polga e (imagine-se) Daniel Carriço, e é, na minha opinião, o brasileiro o mais indicado para fazer par com o Capitão América. No entanto, não era pior, reforçar a defesa central em Janeiro.
Por fim temos uma situação mais clínica que as outras. Jeffrén Suarez tem um talento inquestionável e é um dos nossos melhores jogadores. No meio das suas lesões-recuperações, parece-me haver alguma incompetência dos responsáveis médicos, pois não parecem ter bem definidos os tempos de recuperação dos jogadores e depois durante os jogos dá em recaídas. Será falta de qualidade na ala médica?... Não sei... Só sei que temos perdido um belíssimo jogador. PS: Os comentários dos pseudo-jornalistas sobre a saida de Jeffrén de campo foram desnecessários....
Finalizando, concluo, que não nos livramos de uma panóplia de casos clínicos e de gestão. Coisa que não vejo por outros clubes...

2 comentários:

MaximinoMartins disse...

O Jefrén tem antecedentes de lesões no Barcelona e creio que ninguém porá em causa a qualidade da equipa médica...
Porquê então colocar dúvidas na equipa médica sportinguista...?

Leo disse...

Só sei que a partir de hoje terá mais trabalho!