domingo, 3 de abril de 2011

Olá 4º lugar...


O Vitória de Guimarães empatou a uma bola frente ao Sporting, com golos de Matias Fernández na cobrança de uma grande penalidade. Já no final da partida o conjunto da casa chegou ao empate por João Paulo nos descontos. O Sporting entrou decidido na partida mostrando um bom futebol e criando espaços para os seus atacantes, criaram boas oportunidades para marcar. O Vitória de Guimarães entrou em campo muito apagado e dando o domínio da partida ao adversário. O Sporting foi ameaçando a baliza de Nilson. Yannick Djaló aos 14 minutos desperdiçou uma oportunidade soberana para dar vantagem a equipa do Sporting. O avançado leonino combina com Hélder Postiga consegue tirar um adversário do caminho de modo a isolar-se e frente a Nilson rematou para defesa do guardião “minhoto”, Nilson. Bruno Teles tenta o corte em esforço mas toca no pé de Hélder Postiga e João Capela assinalou de pronto a grande penalidade e mostrou cartão amarelo ao lateral esquerdo vimaranense estavam esgotados 21 minutos da primeira parte.
Matias Fernández foi chamado a cobrar e o chileno não falhou a oportunidade convertendo o castigo máximo. Nilson ainda adivinhou o lado mas não conseguiu evitar o primeiro golo leonino, o 3º em 3 jogos para o chileno.
A equipa do Guimarães só no final da primeira parte é que começou a criar perigo para a equipa da casa. O ponta de lança brasileiro Toscano, causou perigo na baliza leonina através de um grande remate sem preparação, obrigando Rui Patrício a fazer a primeira defesa da tarde. Ambas as equipas recolheram ao balneário e o resultado ao intervalo sorria ao Sporting.
Na segunda parte o Vitória de Guimarães entrou na disposição de anular a vantagem leonina e conseguiu criar perigo através de um remate de Rui Miguel servido por Jorge Ribeiro, o avançado vimaranense rematou muito por cima após corte da defensiva visitante.
Toscano bateu um livre da direita à procura do desvio de um companheiro e João Paulo respondeu com um bom remate mas Rui Patrício segurou a bola.
Num contra ataque conduzido por Matias Fernández deixa a bola para Vukcevic que seguiu isolado perante Nilson e quando se preparava para rematar o Bruno Teles cortou a bola para canto. O Vitória de Guimarães fez o “pressing” final da partida criando algumas “chances” de perigo.  O Sporting teve uma oportunidade soberana para matar a partida mas outra vez Yannick Djaló falhou o 2-0. E porque quem não marca sofre,  poucos minutos depois através de um lance de bola parada o Vitória de Guimarães chegou ao golo do empate por intermédio de João Paulo já nos minutos de desconto estabelecendo o empate a uma bola. Ficamos agora pelo 4º lugar numa posição mais dificil  perante os opositores.


+Positivo
Matías Fernandéz -  Nem sempre conseguiu colocar as suas enormes qualidades ao serviço da equipa. Mostrou alguma capacidade de unir o conjunto em campo, apesar do conjunto verde e branco não aproveitar as suas movimentações no exterior da área. Chamado a marcar a grande penalidade, o chileno não desperdiçou e deu vantagem ao Sporting. Esta a crescer o Matigol...
Yannick - Jogo simples, directo, rápido. Yannick devia jogar sempre assim pois é um corredor nato e não aproveita bem a sua capacidade de drible em velocidade. Teve nos pés as ocasiões para dar-nos os 3 pontos que nos seguravam o 3º posto.
Carriço - Exibição positiva. Pensei que iriamos ter problemas de maior com ele no meio campo mas Carriço correspondeu, não facilitando ao contrário do colega Zapater. 


- Negativo 
Evaldo - Uma nulidade esta espécie de lateral. È apenas bom pa aquecer o banco do Sporting. È urgente e gritante reforçar este sector... venha o Wendt!
Vukcevic - Muitas, muitas jogadas inconsequentes... Não sei o que aconteceu a este Vuk. Volta Izma!

4 comentários:

Anónimo disse...

Não adianta estarem a esperar seja o que for de Postiga e de Yannick.
São avançados que raramente marcam golos e, sem golos, não se ganham jogos e, sem ganhar jogos, não se ganham campeonatos.
Por vezes, Postiga e Yannick até jogam bem, mas, em termos de golos, nada.
O principal problema do Sporting a nível de plantel é o ataque, que é mesmo muito fraquinho.
Não se percebe porque dispensaram Silvestre Varela.
DUARTE

Leo disse...

Essa do Varela... foi dar pérolas a porcos...

Roberto Leal disse...

http://conversascomvedetasdofutebol.blogspot.com/2011/04/novo-colaborador.html

Gostei do jogo do Carriço !

Mikos disse...

Em relação ao jogo, achei o Sporting mais personalizado do que o habitual.
No que diz respeito aos destaques, fiquei a pensar que não vimos o mesmo jogo... Djaló uma nódoa pois só corre e quando tem oportunidade de marcar mesmo isolado dá ideia que fecha os olhos.
Carriço, para mim é a maior desilusão desta época, não é central para o Sporting, salta encolhido passa mal, enfim pode ser um grande leão mas...falta-lhe muito.
Evaldo, para mim fez dos melhores jogos ao serviço do Sporting.
Matías é um jogador soberbo, e para o ano com uma equipa asério vai ser estrela do campeonato.
Torsi, de longe o melhor central do clube, mas de longe mesmo.
Patrício é apenas o melhor guarda-redes nacional!

SL

visitem o site www.sporting-sempre.com