domingo, 6 de fevereiro de 2011

Caixinha de Memórias

André Alves da Cruz, nascido a 20 de Setembro de 1968, em Piracicaba, no Brasil, foi um dos melhores jogadores estrangeiros que passou pelo Sporting e foi, sem dúvida, um dos melhores defesas centrais de sempre do Sporting.
Ao longo da sua carreira, este excelente defesa brasileiro deixou a sua marca de classe em todas as equipas por onde passou, demonstrando as suas qualidades técnico-tácticas e capacidade de liderança, assumindo-se como "patrão" das respectivas defesas.
Antes de ingressar no Sporting, André Cruz já era um
jogador bastante experiente, tendo representado vários clubes, quer no Brasil, quer na Europa, os quais se indicam a seguir, por ordem cronológica: Ponte Preta e Flamengo, ambos do Brasil; Standard de Liége, da Bélgica; Nápoles, Milan e Torino, todos de Itália.
Durante a sua longa carreira, André Cruz construiu um rico "palmarés", do qual se destacam as seguintes conquistas: uma Copa do Brasil (1990), pelo Flamengo; uma Copa América (1989), pela Selecção do Brasil, ao serviço da qual foi 47 vezes internacional; uma Taça da Bélgica (1993), pelo Standard de Liége; um Campeonato Italiano, pelo Milan; 2 Campeonatos Nacionais, uma Taça de Portugal e uma Supertaça, ao serviço do Sporting.
Em Dezembro de 1999, André Cruz ingressou no Sporting, oriundo do Torino. Em boa hora, o Sporting conseguiu esta contratação, pois ela revelar-se-ia preciosa e fundamental para o clube de Alvalade, já que André Cruz, com a sua experiência e valor futebolísticos, veio reforçar grandemente o sector defensivo dos "leões", sendo um elemento determinante para a conquista do título nacional (1999/2000) que já "fugia" ao Sporting há 18 anos!
Pode-se dizer que André Cruz "pegou de estaca" na equipa do Sporting, sendo, ao lado de Beto, um dos esteios e titular indiscutível da defesa leonina. Este defesa brasileiro era um especialista em lances de bola parada, sobretudo, na marcação de livres directos.
Durante as 3 épocas em que permaneceu em Alvalade, André Cruz realizou um total de 105 jogos, tendo marcado 15 golos. Nessas 3 temporadas, foi duas vezes Campeão Nacional (1999/2000 e 2001/2002), venceu uma Taça de Portugal (2001/2002) e uma Supertaça "Cândido de Oliveira" (2000/2001). Foi, ainda, finalista vencido da Taça de Portugal, em 1999/2000, frente ao F.C. Porto, tendo o Sporting sido derrotado, por 2-0, na finalíssima, após empate (1-1) no 1º jogo da final.
Quando abandonou o Sporting, no final da época de 2001/2002, André Cruz deixou imensas saudades em todos os sportinguistas, sendo, ainda hoje, recordado pela sua categoria técnica e pelas suas qualidades de líder, dentro e fora do campo.
Após sair do Sporting, André Cruz regressou ao Brasil, tendo, ainda, representado o Goiás e o Internacional de Porto Alegre, antes de "pendurar" definitivamente as chuteiras.
                      

2 comentários:

Anónimo disse...

Que saudades... Sempre que havia um livre a descair prá direita, era meio golo pro André Cruz. Só de ver neste vídeo o Acosta, o Beto, o César Prates, o Mpenza, o Rui Jorge... Bons tempos mesmo. Completamente o oposto do que temos hoje em dia.
Bom Post.

Cumprimentos,
Ricardo

Leo disse...

Obrigado pelo comentario Ricardo!
Concordo consigo... desde Andre Cruz nunca tivemos um marcador de livres consistente (muito menos agora).
Os centrais já não sao o que eram...