sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Braz da Silva de bolso cheio?



José Braz da Silva, presidente do Grupo Finertec, deve avançar com uma candidatura à presidência do Sporting, soube o Jornal de Negócios. A concretizar-se, o empresário irá criar um fundo de 50 milhões de euros destinado à compra de jogadores.

Esta solução está a ser preparada por um grupo de accionistas liderado por Agostinho da Silva, líder do grupo turístico Oásis Atlântico, com interesses no Brasil e em Cabo Verde. A Finertec tem interesses emAngola, Cabo Verde e Portugal na área da energia, além de ter o controlo da Construtora do Tâmega. O fundo que José Braz da Silva pretende criar destina-se á compra de jogadores e junta investidores particulares de vários países, sendo que uma parte substancial será de angolanos, brasileiros e portugueses. Os angolanos estarão mesmo dispostos a injectar 20 milhões de euros, adiantou ao Negócios uma outra fonte. Este fundo é a forma encontrada para reforçar a equipa de futebol, dado que as receitas do clube estão cativadas para pagar as dívidas de 140 milhões de euros ao Millennium BCP e de 100 milhões ao Banco Espírito Santo.
 Braz da Silva poderá, contudo, não ser o único candidato. Tudo aponta para que um movimento à volta de Luís Duque, antigo dirigente do Sporting, esteja também a preparar uma candidatura alternativa à do líder do Grupo Finertec.



Na minha opinião precisamos de um presidente firme e com grande capacidade de liderança, e já agora que faça entrar dinheiro no clube.


In Jornal de Negócios

1 comentário:

LisboneraXXI disse...

50 milhões, nada mau!!
Não sei é se o senhor que irá avançar para a candidatura é responsável o suficiente para gerir um clube como o Sporting, contudo dinheiro tem...